quinta-feira, 3 de julho de 2008

Rastros


.
.
.

Leia também:
Alma de Poesia /Gritos Verticais /Natureza Poética /O Poema de Cada Dia /Poética Herética /Raiz de Cem /Sons de Sonetos

6 comentários:

  1. Um belo poema de Rita Costa "Alma de Poesia" sobreposto num azul frágil em corpo de mulher!
    Um bem haja
    http://zuluechopaparomio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. linda composição, onde as palavras sobressaem
    bom fim de semana

    ResponderExcluir
  3. TRACES

    I walk by the words
    a tangle of mystery
    and they get in my soul,
    leaving traces ...
    in my thoughts.

    And I ... bold,
    not delimiting the danger,
    I follow the ... and feel!
    I am taking the night
    I hosts
    swallowing and makes me sigh ...

    Em língua Inglesa

    Um bem haja

    ResponderExcluir
  4. Esse seu poema jamais conhecerá fronteiras, tanto ele diz...
    Maravilha, Rita! Bjs pra você e pro André. Inté!

    ResponderExcluir
  5. lindo Rita amiga...

    "Minha vida é fazer da vida algo diferente,
    é realizar sonhos de toda gente,
    é falar o que me vem à mente
    é amar tudo o que tenho pela frente!"

    Abraços apertados e até breve!!!
    Seu cantinho está delicioso!
    Fique em PAZ e muita saúde.

    ResponderExcluir
  6. poema maravilhosoooo

    em vez de poeta sou compositora
    amo a arte de escrever tbm

    ResponderExcluir